Explicando erros que nada importam no contexto

Nao vou mais me importar com acento circuflexo e agudo, til, trema e ate mesmo cedilha, nao tenho aqui um teclado apropriado para isso. Me desculpem professores e a lingua portuguesa e brasileira.

31.5.08

Sentimentos Vagam


Muitas vezes eu não tenho certeza do que eu sinto, raiva, ódio, saudades, nostalgia, amor, gratidão, felicidade, tédio, vontades que vêem do nada, culpa, tristeza, paixão, compaixão, incompreensão lógica e racional, necessidade de fazer sexo que também não deixa de ser um sentimento, euforia, desespero, esperança, e tudo isso de uma vez, junto e misturado, é assim que muitas vezes eu fico sem saber explicar nada a ninguém. Isso se deve ao fato de eu não compreender os fatos como eles devem ser compreendidos? Será? Será que eu sou tão duro e chato assim? Será que só eu sinto isso? É, eu sou chato sim, sou ranzinza, pareço um velho quando exponho minhas idéias, e vou ser arrogante e incompreensível a ponto de dizer que só eu sinto isso.


Não me conformo com muitas coisas que acontecem na minha vida, eu quero sempre que tudo, tudo, dê certo, enquanto as coisas e sentimentos não estiverem no seu devido lugar irei me incomodar. Bom, acho que isso não é nenhuma novidade pra ninguém. Creio que todo mundo é um pouco assim.

Minha vida profissional está caminhando muito bem, e agradeço pelas oportunidades que me aparecem, mas a minha vida pessoal quase sempre é instável, cheio de altos e baixos, mas parece que sempre tem mais baixos que altos. E esses muitos baixos que aparecem não compensam nem um terço dos poucos altos que tive, isso é extremamente desanimador, decepcionante, triste, me proporcionando altos índices de baixa auto-estima. Será que eu não estou me entregando o suficiente aos relacionamentos? Será que é ela que devia se entregar mais? Como eu vou saber? Isso é uma coisa muito incerta.


Quando me deparo, e fico perante e consequentemente preso ainda a um relacionamento terminado por obrigação sinto meu peito doer por dentro, parece mágoa mas não é, parece tristeza mas não é, parece desespero mas não é, saudade? Sem dúvidas. Amor? Talvez. Mas esses meus pensamentos são insignificantes perto do que realmente eu quero, e tudo que eu quero eu consigo, seja lá quando for, mas eu consigo.


Quanto aos meus sentimentos eles não valem nada quando tenho certeza de uma só coisa, que no momento os meus sentimentos por ai vagam, como almas penadas, espíritos que não incorporam, que são inofensivos e insignificantes pra qualquer um.

3 comments:

Daniel said...

Cai de cabeça no que tá dando certo na sua vida, aproveite as marés, de resto espere o mercado estar propicio para investimentos.

Deixando o conteudo de lado, tô gostando do geito q vc escreve.

Régis Eleutério M. Brandão said...

valeu! = ]

auhauhauhauh
esse seu comentario foi muito tipo conselho ou horoscopo de jornal... uahauhauhauhauhauh

abraço

Rick said...

Acho que a todos nos nos sentimos assim, nao e?

Eu posso dizer que sim!

Acho que uma forma de expor isso e escrevendo, ne?

Gosto do que vc diz!

;)

Rick!